domingo, 10 de janeiro de 2010

Ela! Ele ?

Ela não é baiana, mas têm, é coisa mais linda mais cheia de graça.
Ele não sabe o que quer, não sabe se é, tenta se impor, mas fracassa.
Ela curte Frida Kahlo e ele nem pronuncia o nome dessa artista.
Ela ouve Chico, Jobim, vê filmes do Almodovar e desfila na Paulista.

Ela quer a Bolsa de Valores, os Indicadores, a Nasdaq.
Ele quer ver a novidade do seu time no ataque.
Ela dança, não rebola, não enrola, só disfarça.
Ele cai, desajeitado, machucado, ô desgraça.

Ele se pergunta se é muito merecer, porque ele tá no pop rock e ela lá na MPB.
Ela se pergunta aonde ela deve estar e ele se entromete, diz "do meu lado é seu lugar".

Ela tem estilo, passo firme e faz passarela em qualquer ladeira.
Ele é magro, alto, bobo e se acha usando uma pulseira.
A roupa dela é da Márcia Mello, da Zara, tem classe, tem linha.
E ele lá com seu adidas velho, sujo, com a roupa da feirinha.

Ela faz samba ao abrir o riso e ele pena no violão.
Ela para o trânsito na avenida e ele assiste ela do calçadão.
Ela persuade, convence e ele tenta pragar propina.
Ela quer Espanha, Barcelona e ele feliz no bar da esquina.

Enquanto ela estuda, ele joga futebol.
Enquanto ele acende a vela, ela lhe traz o sol.
Ela cai se levantando e ele desaba, diz que tá doendo.
Ela tá na sala do presidente, e ele na sala, no nintendo.

Ela quer completar três meses, ele quer subir no altar.
E o tempo vai passando, o que será que isso vai dar ?
Quem olha os dois de fora, diz "é bunitinho os dois andando!".
Quem sabe, com o passar do tempo, eles não vão se completando.

(:

2 comentários:

  1. É lindo os dois juntando, é complexo o ser completo que se forma com as contradições.

    ResponderExcluir